quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Mansas aventuras.


(Desenho do C.)

Do papo entre a gaivota e o urubu ficou só uma certeza: “as diferenças gritam, enquanto as semelhanças falam manso”
E por aqui, uma vontade de ter os dois, a mansidão de pessoas e ideias semelhantes às nossas e a turbulência de pessoas diferentes, de ideias opostas.
O aprender a observar, aceitar, interagir e experimentar.
Que coisa estranha é essa mania que algumas crianças tem de colocar tudo na boca, nas mãos, nos bolsos, no tecido do vestido, na mira dos olhos, e que coisa mais estranha ainda regar um medo medonho de experimentar.
Por aqui sempre nos decidimos por experimentar, mesmo que ninguém tenha feito antes, ou que pareça loucura a olhos padronizados.
Um pedacinho do que estamos preparando! Os desenhos são C, as ideias malucas da M
______________________________________________________________________________

Eles querem continuar dormindo no sótão, as paredes já estão quase todas brancas, a escola começa a perder espaço pro sol que nos leva todas as tardes à vila. Hoje experimentamos sorvete de butiá e trouxemos mais mariscos e carne de siri.
Andam mais quietos do que de costume, e mais próximos um do outro apesar de terem gostos tão distintos.
A M. só fala em nomes e seus significados e o  C. abriu uma banca de cards: fila de meninos no portão…
.(k)

Nenhum comentário:

Postar um comentário